sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

A escolha da Águia


A águia é a ave de maior longevidade, podendo chegar aos 70 anos. Ela também tem a maior envergadura de asas, que, abertas, podem chegar a 86cm de comprimento. Sua visão é de 300º, quase o dobro da que tem o ser humano. Com uma membrana nictante, é o único ser que pode olhar direto para o sol. Na forte tempestade não se esconde, nem tenta inutilmente enfrentá-la, mas voa por cima dela. É fiel a sua única companheira. Nunca voa em bandos, mas sempre sozinha, altaneira, caçadora, guerreira e corajosa, imponente, bela e precisa no vôo e no ataque.

Mas vamos ao mais fascinante: aos 40 anos, suas unhas estão compridas e flexíveis e não conseguem mais segurar suas presas, seu bico se encurva e não morde mais com força, suas asas, pesadas e envelhecidas, dificultam seu vôo. Só há dois caminhos: morrer ou renovar-se, num doloroso e longo processo de cinco meses.

Nesse processo, a águia voa para o ninho nu paredão no alto da montanha, fica protegida, mas só poderá sair se novamente for capaz de voar. Lá, suporta corajosamente a dor. Ela bate o bico velho contra a parede até arrancá-lo. Espera nascer o novo bico e com ele, novamente suportando a dor, arranca as velhas unhas; espera que nasçam novas unhas e, com elas arranca as velhas penas.

Após cinco meses, com novas asas, ela se lança no vôo da vitória e renovação, e viverá por mais 30 anos. Após 40 anos, ela renasce para mais 30, totalizando 70 anos.

Muitas pessoas vivem em constantes brigas e lamentos, ressentimentos e medo, sem coragem e força para se renovar, se fortalecer.

Destrua o bico do ressentimento, arranque as unhas da agressividade, retire as penas do medo que lhe impede de voar. A decisão é sua!!!

Você vai viver como o urubu, que se alimenta do podre do passado, do que está morto, ou vai voar livre acima da tempestade, recebendo a luz do sol, como a águia?

Devida pela vida...

Voe!

Isabelle’s Site

1 comentário:

Anónimo disse...

adorei seu comentário. Que bom seria se o se o ser humano fosse assim